Imagem: Cassio Loredano

Na estante de Lima Barreto – imagem: Loredano

Um passeio pela biblioteca de Lima Barreto, mulato fluente em francês que sabia o seu lugar na literatura brasileira.
Suba a rua Major Mascarenhas, Vila Quilombo, Rio. Passe pelo o alvoroço de crianças, cachorros e galinhas. Entre na última casa pobre da ladeira pobre. Abra o quarto maior e veja as 5 estantes com 16 prateleiras:

Estante 1 – 1a. prateleira

– Cartas. Mlle. Lespinasse
– Origines et Descendance de l’Home. Haeckel et Bolche.
– Mèlanges d’Economie Politique. Bastiat. 2 vols.
– Eneida. Virgilio (en italiano)
– La Cousine Bette. Balzac
– L’Anthropologie. Topinard
– L’Individu et les Diplômes. Abel Faure
– Pléiades. Gobineau
– O Abolicionismo. J.Nabuco
– Littérature Française. Charles andré
– Idem. Gèruzez. 2 vols.
– Idem. Brunetière. (não está nesta estante; está na 2a., 3a. prateleira).
– La Bible d’Amiens. Ruskin
– Confessions. Rousseau
– Oeuvres. Racine
– Civilizaçao Ibérica. O. Martins
– Pensées. Pascal
– Eugénie Grandet. Balzac
– Caractères. La Bruyère.

(continua em outro passeio…)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *